O Clube dos Cinco

novembro 5, 2008

123046__breakfast_club_l

Hoje, trataremos de outro grande clássico da Sessão da Tarde. Clube dos cinco (1985) fez carreira na telinha global, cultivando pessoas de todas as idades com sua temática sobre as relações e necessidade constante de afirmação dos jovens no ensino médio. O filme busca refletir como nos importamos com nossas aparências, como necessitamos ser identificado com este ou aquele grupo para se sentir seguro, acolhido e aceito. A trama que instiga todos os adolescentes aliada a quantidade de vezes que o filme foi reprisado na Globo, o tornam mais do que indicado para a sessão Influência Cinematográfica.

A história gira em torno de cinco estudantes que precisam cumprir uma detenção no sábado de manhã, no colégio em que estudam. Assim, temos o atleta Andrew, o delinqüente John, a estranha Allison, o CDF Brian e a princesinha Claire. Inicialmente, as personalidades são tão diferentes que acabam gerando atrito, mas logo os adolescentes começam a compartilhar suas experiências. E é desse modo que percebem como são parecidos.

Entre as grandes cenas desse clássico juvenil, a que mais gosto e que mais recordo é quando Brian, o mais inteligente, escreve uma redação refletindo a opinião dos cinco dizendo quem pensavam ser. Como não achei o vídeo na internet, esse é o conteúdo do documento.

“Caro Sr. Vernon,

Aceitamos o fato de passarmos o Sábado no castigo por o que quer que seja que tenhamos feito errado. O que fizemos foi errado. Mas aceitamos que o Sr. É louco por nos passar uma redação descrevendo quem achamos ser. Desde quando se importa? O Sr. nos vê como quer ver. Nos termos mais simples, as definições mais convenientes. O Sr. nos vê como um cérebro, um atleta, uma louca, uma princesa e um criminoso. Certo?”

O Clube dos cinco foi escrito em apenas dois dias. O diretor e roteiristas era John Hughes (o mesmo de Curtindo a vida adoidado). No elenco, tínhamos Emílio Estevez (Andrew), Anthony Michael Hall (Brian), Judd Nelson (John), Ally Sheedy (Allison) e Molly Ringwald (Claire).

Caso alguém queira assistir ao filme, segue o link para download:

Clube dos cinco: http://www.megaupload.com/pt/?d=ZYK6DFW8 (Dublado)

Anúncios

A Vida de David Gale

novembro 3, 2008

 

A primeira vez que assisti A vida de David Gale (2003) sai perplexo do cinema. Não só havia visto um filme que trazia uma questão difícil de se posicionar (a pena de morte), como também apresentava todos os aspectos de um grande filme. Na época, fiquei chocado pela forma que os acontecimentos vão se dando e pelo dramático final. As atuações de Kevin Spacey e Kate Winslet eram soberbas e a discussão em torno do longa-metragem levanta inúmeras questões que nunca tinham passado pela minha cabeça.

Foi com essa imagem que esse final de semana fui rever a obra. Precisava lembrar de detalhes do filme. Foi estranho e decepcionante. Aquele entretenimento intenso e com profundas discussões havia desaparecido. Em seu lugar, uma história piegas sobre um professor de filosofia que deseja provar como a pena de morte é falha tomou o lugar. Durante o tempo de projeção, embora seja o assunto principal e motivo da obra, não vi reflexões sobre a validade ou não desse poder único que se pode dar a um Estado: o direito de tirar legalmente a vida de alguém. A história se passa no Texas, estado americano que mais mata, chegando a ser responsável por 50% das execuções feitas nos EUA.

Decepcionado por ter perdido aquela obra que tanto gostava, fui atrás de algo que trouxesse, dentro de um programa de entretenimento, uma razoável discussão sobre a pena de morte. Encontrei um episódio de uma série de advogados chamada Justiça Sem Limites (Boston Legal). É o episódio final da primeira temporada e trata da defesa de um negro com Q.I de 80, que não sabe se cometeu o crime e foi coagido a confessar, no Texas. A atuação de Alan Shore (James Spader), o defensor do réu, é esplêndida.

Assim, para quem deseja acompanhar esse episódio, deixo alguns links em que você pode baixar o programa.

Boston Legal – 1×17 Death be not proud (Seasson finale) – Megaupload – Sendspace

 

Links

outubro 27, 2008

Desde o começo desse blog, venho relembrando filmes que de certo modo marcaram época ou que moldaram (em boa parte, imagino) o gosto pelo cinema. Tentando facilitar o acesso do público a esses filmes, coletei links de alguns deles na internet. Assim, alguns remeterão a outros blogs, enquanto outros irão direto para os sites que hospedam o arquivo. Caso alguém tenha dúvida sobre os procedimentos para se fazer o download ou para visualizar o arquivo do modo correto, entrem em contato pela sessão de comentários. Enquanto isso aproveitem algum dos filmes aqui mencionados.

De Volta para o Futuro – Trilogia
http://www.os-pirata.org/2007/11/de-volta-para-o-futuro-trilogia_30.html

Débi e Lóide
http://www.badongo.com/pt/vid/385381 (8 partes)
Legenda

Um sonho de Liberdade
http://www.megaupload.com/pt/?d=OVARAGAA

Forrest Gump (dublado)
http://www.megaupload.com/pt/?d=KEVBOQRW parte 1
http://www.megaupload.com/pt/?d=AI4INTIW parte 2
http://www.megaupload.com/pt/?d=JE8GXTK2 parte 3
http://www.megaupload.com/pt/?d=XSBAII46 parte 4
http://www.megaupload.com/pt/?d=Y4VMWYZ8 parte 5
http://www.megaupload.com/pt/?d=V1XICIKG parte 6
http://www.megaupload.com/pt/?d=RSTL5Z4C parte 7

Cães de Aluguel
http://www.megaupload.com/pt/?d=OVXKNRKI – RMVB

Rocky – Saga completa
http://mp3filmesgratis.blogspot.com/2008/09/filmes-rocky-balboa-saga-completa.html

Curtindo a Vida Adoidado

http://rapidshare.com/files/38820820/curtindo.part01.rar
http://rapidshare.com/files/38821935/curtindo.part02.rar
http://rapidshare.com/files/38822963/curtindo.part03.rar
http://rapidshare.com/files/38824063/curtindo.part04.rar
http://rapidshare.com/files/38825287/curtindo.part05.rar
http://rapidshare.com/files/38826294/curtindo.part06.rar
http://rapidshare.com/files/38827348/curtindo.part07.rar
http://rapidshare.com/files/38828253/curtindo.part08.rar
http://rapidshare.com/files/38829004/curtindo.part09.rar

Donnie Darko

Parte 1/ Parte 2/ Parte 3/ Parte 4